Translate

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

sexta-feira, 3 de julho de 2015

PARQUES GRAND CANYON E YELLOWSTONE

INTRODUÇÃO

A América Anglo-Saxônica reúne duas grandes repúblicas de maior importância no mundo. Sem duvida alguma, um notável exemplo de êxito. Em menos de dois séculos, colonos de origem inglesa, espanhola e francesa conseguiram construir duas nações (Canadá e E.U. A ) classificadas na primeira linha das potências contemporâneas pela importância de suas populações e por suas riquezas.
Canadá: Esta no topo de todos os rankings como um dos melhores países do mundo para se viver, estudar e passear. As cidades são providas de uma  segurança eficaz, são limpas e com diversas atrações culturais, desportivas e sociais, os meios de transporte são excelentes, bem como as malhas ferroviárias, rodoviárias e aérea.
Estados Unidos da América: É uma federação de cinqüenta estados, dos quais quarenta e oito formam um território contínuo. Representa importância em todos os cantos da história, seja ela política, cientifica, social, cultural e filosófica. Destaca-se dois patrimônios da humanidade tombados pela Unesco: Yellowstone é uma área montanhosa de origem vulcânica dos Estados Unidos da America; e o Grand Canyon localizado na cidade do Arizona.

TURISMO CULTURAL 

A atividade turística pode trazer benefícios socioculturais se for bem planejada e voltada para o atendimento os interesses da comunidade. Localidades onde a fluxo de turista dentre os quais o Grand Canyon e Yellowstone, ou regiões onde se pretenda investir neste empreendimento pode ocasionar melhora da infra-estrutura como coleta de lixo, iluminação, comunicação e principalmente, o que o turista considera mais importante, o saneamento básico. Pois, a saúde é prioridade para os turistas.
O turista também pode fazer com que a comunidade valorize cada vez mais a cultura ao qual esta integrada. O respeito, a participação e a admiração de indivíduos que não são da comunidade podem ocasionar o despertar, nos moradores, de uma consciência sobre a manutenção, reabilitação dos bens matérias e a revitalização dos imateriais, porque estes constituem a identidade.
Nos parques Yellowstone e Grand Canyon os primeiros turistas estavam voltado para a pesquisa, eles foram de fundamental importância na medida em que seus estudos permitiram o conhecimento do espaço e assim se contatou a riqueza da biodiversidade, arqueológica, histórica e cultural. As particularidades existentes em Yellowstone despertaram uma necessidade de protege-lo. Assim um advogado, Comelius Hedger, sentiu a necessidade de criar leis que apóia-se na manutenção do parque. Deste modo, Yellowstone foi o pioneiro com relação aos parque nacionais.
Outro beneficio e a oportunidade de intercambio cultural que proporciona em alguns casos a compreensão de outras culturas e aumenta do respeito das diferenças.
Um ponto importante no turismo cultural é o direito da população de recusar-lo quando este não atende o interesse da comunidade. A atividade turística realiza mudanças nos hábitos da comunidade anfitriã que pode se irreversíveis. Este risco acontece quando esta atividade gira em torno do mercado, assim transforma o ambiente cultural em bens de consumo satisfazendo apenas o turista a qualquer custo independente da vontade dos moradores. Assim, o governo, deve criar alternativas em que a população possa esta ciente dos pontos negativos e positivos. É ela tem que ter o direito de decidir os rumos do turismo cultural.  Nos dois parques dos Estados Unidos há um equilíbrio entre os costumes e a atividade turística. Fazendo com que o segundo não interfira nas tradições.

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Bandeira dos Estados Unidos da América



           Grande Selo                 
O E.U.A contem um dos mais elevados padrões de renda e consumo do mundo,a sociedade americana multinacional e aberta, a partir do final da segunda guerra mundial tem servido de modelo comportamental e meta socioeconômica para grande número de países.
Localiza-se no centro da América do Norte e abrange uma área de 9.372.614 km2. A capital é Washington, e tem como população 278,4 milhões de habitantes.
Do ponto de vista climatológica, o território do país divide - se em duas partes, delimitadas por uma linha, de norte a sul, um pouco a oeste da cidade de Dallas.
Temperado continental (L), subtropical (SE), de montanha (centro e montanhas rochosas), árido (SO), mediterrâneo (costa O), árido frio (NO).
Alguns dos maiores rios e lagos do mundo estão nos Estados Unidos, cujas águas pluviais distribuem - se por duas grandes vertentes, o Atlântico e o Pacífico.
No Pacífico desembocam os rios externos, o Columbia e Colorado. Ambos fazem a maior parte de seu longo percurso em profundas e rigorosas gargantas, os cânyos, que cortam montanhas e planaltos.
A ampla diversidade de espécies vegetais e animais dos Estados Unidos praticamente abrangem todos os existentes nas áreas árticas e temperada da América do Norte. O país divide-se em quatro regiões florísticas, pela racionadas com as características climáticas: a floresta, pradarias, estepes ou tundra alpina e deserto.
Considerado modelo de capitalismo dinâmico, empreendedor e competitivo, o sistema econômico americano, desde o final do século XIX, é o mais importante do mundo. Outro aspecto marcante do perfil econômico dos Estados Unidos é o equilíbrio no peso relativo industrial, agrícola, comercial e de serviços no conjunto.

Grand Canyon

O Grand Canyon do Colorado é uma enorme garganta formada pelo rio Colorado nos planaltos do norte do Arizona, nos Estados Unidos. Mede aproximadamente 440 km de comprimento e de 200 a 8.000 de largura. Estende-se desde a cabeceira do rio Paria até os altos penhascos do Grand Wash e constitui, em um de seus trechos, o limite natural entre os estados do Arizona e de Nevada. Suas escarpas, que por vezes se elevam sobre o rio até uma altura de mil metros, apresentam grande número de pequenos acidentes geográficos, tais como fendas, elevações, morros e formações runiformes (com aparência de ruínas).
Sua origem deve-se à ação o rio Colorado, que ao longo de pelo menos um milhão de anos erodiu o próprio leito, deixando a descobertas formações sedimentares depositadas ao longo da história geológica. A capacidade erosiva do rio só é explicável por sua grande areia, lodo e cascalho que lhe serviram de ferramentas para a escavação do vale. Juntamente com a profundidade dos barrancos, em geral avermelhado, porém com peculiaridades cromáticas em cada grupo de estratos que variam do cinza até o violeta, dotando o conjunto de extraordinária beleza.
Os enorme paredões em volta do rio colorado são preciosas fonte de estudos para os pesquisadores, porque em nenhuma outra localidade é tal visível as camadas geológicas formada pela erosão do rio. Através de estudos nesta região é que pode ter um melhor conhecimento da formação do continente norte americano.  
Caracterizada pela aridez, a região apresenta, apesar disso, fauna e flora ricas e variadas, ambas perfeitamente adaptadas às condições ambientais. Nas zonas mais áridas, as vegetações são compostas de iuca e diversas tipos de cactos.
Quanto à vida animal, as espécies mais características são o coiote, a raposa, o esquilo, o cervo, o texugo, coelho. Alguns animais são os mais encontrados do que em outras regiões dos Estados Unidos como o falcão peregrino, a cabra montes e o escorpião que tem o habito noturno e é só visível a noite.
A fauna apresenta algumas curiosidades como o esquilo Albert e o Kaibab, o primeiro, habita apenas o lado sul do Canyon enquanto que o segundo apenas o norte. Eles nunca se encontram. O primeiro paleontólogo desta região é uma espécie de rato. Ele recolhe tudo o que acha interessante é leva para sua toca, já foi encontrado com este animal pedaço do osso, plantas, dentes e fragmento de equipamento indígenas.  

HISTÓRIA

           Os primeiros vestígios da presença humana datam de 10 mil anos. Havia nesta época varias tribos. Estes índios deixaram preciosos indícios de seus costumes como pinturas rupestres, vasos, bastões e a construção de gruta para a armazenagem de alimentos quando havia enchente.
Os índios do Grand Canyon caçavam cabra, coelho e servos; plantavam milho, laranja e feijão no inverno; domesticavam ovelhas, cachorro e cabra.
O motivo do desaparecimento de algumas destas comunidades em 1200 anos ainda não são claras, mas quando os primeiros exploradores chegaram ao Grand Canyon encontraram algumas destas comunidades. Atualmente, no Grand Canyon há tribos como Hualapai, Havasupai, Navajo,Hopi e Paiute.
O Grand Canyon foi descoberto em 1540 pela expedição de Juan Vasquez de Coronado, mas até a segunda metade do século XIX não foram conhecidas suas características geológicas, biológicos e etnológicos. Isto só foi possível em 1869 com o professor de geologia John Wesley Powell que organizou uma expedição e desceu o rio com o objetivo de estuda a região. Ele elaborou a teoria de que o Canyon formou através da erosão do vento, chuva e pela correnteza fluvial que esculpiu a terra durante milhares de anos.  
 A zona mais pitoresca e agreste do cânyon foi declarada parque nacional no ano 1919. O Grand Canyon National Park, com 493.076 hectares - e em 1975 o parque foi ampliado com a inclusão de várias outras reservas naturais adjacentes. Em 1979, o Grand Canyon foi tombado pela UNESCO como Patrimônio Histórico Mundial. Além da beleza da paisagem

ESPAÇOS DO PARQUE E ATIVIDADE

Algumas atividades de lazer são oferecidas no parque como:

The Hermit's Rest Tour : é um curto  passeio de trem para ver Brith Angles, mule trail, colorado river, e Hermit's rest, a única construção de pedras feita por May Jane Colter, em 1914
The Desert View Tour: segue para o Leste da margem sul, vento Yavapai Museum, Lipan Point é considerado as melhores vistas do canyon do deserto no Watchtower, há uma imitação de uma torre que os índios fizeram no passado.
Sunrise Tour vista do nascer do sol no Palisades of the Desert.
Sunset Tour  tem como objetivo mostrar o por do sol em Yavapai Point, e no Yaki or Mojave Point.
Smotth Water River Raft Excursion 12 horas  de onibus do Grand Canyon a Village, com parada East Rim Drive ate Cameron Trading Post, na reserva indígena Navajo. Depois 5 horas descendo o rio colorado em um raft.  
Railroad Express: passeio de trem em uma antiga locomotiva que vai Willims ate o Grand Canyon. Há uma representação de um assalto no caminho onde bandidos e mocinhos duelam.

INFRA-ESTRUTURA

Os hotéis que estão dentro do parque é da rede Grand Canyon National Park Lodges, operados pela AMFAC.
Na margem sul:
·         El Tovar Hotel
·         Kachina Lodge
·         Thunderbird Lodge
·         Maswik Lodge
·         Yavapai Lodge
·         Moqui Lodge
·         Phantom Ranch
·         Trailer Village
Na margem norte:
·         Grand Canyon Lodge
O numero de turista que visita o Grand Canyon é de 2,5 milhões de pessoas, porém há uma deficiência na área hoteleira. Os hotéis que estão dentro do parque são caros, porém há opção de acampamento ou hospedagem em cidades próximas como Flagstaff e Williamas.

CULTURA

Cultura indígena

            No estado do Arizona há 19 reserva indígena, corresponde apenas 25% de área. É a maior concentração de tribos indígenas dos Estados Unidos. Varias destas comunidades habitam o sudoeste do Grand Canyon.

NAVAJO:  (As Pessoas ou " Dineh ")  A tribo tem mais de 210,000 pessoas e sua área corresponde a 17,5 milhões de hectares. É a maior tribo da América do Norte. Durante a 2ª guerra mundial o idioma desta tribo foi usado para enganar os decifradores de código Japonês, por conter um idioma complexo. A tribo dedica-se a agricultura, cria ovelhas, produzem óleo, explora gás minado e são habilidosos artesãos. Fabricam os conhecidos tapetes de tecidos coloridos e também pintura de areia ou turquesa, jóias prateadas e a cerâmica.

HOBI A reserva de Navajo rodea a de Hopi. Algumas aldeias são bem antigas como Oraibi. Os índios de Hopi acreditam que cultura deles originou de Anasazi. A sociedade é matrilinear e a herança religiosa e inseparável do modo de vida. As manifestações artísticas incluem dança com cobra, fabricação de bonecas Kachina (espírito bom), cesta, jóia e a cerâmica. Toda a tribo ajuda na plantação.



HAVASUPAI: : (As pessoas da Água Azul-verde)  O Havasupai esta à l 3,200 pés do nível do mar. Durante séculos eles moraram isolado pelo um dos fluentes do rio Colorado, o Riacho de Havasu. Neste riacho encontram as três cachoeiras mais famosas do mundo; Navajo Falls, Havasu Falls e Quedas de Mooney.  O Havasupai mantêm 188,077 hectares dentro do parque Grand Canyon. A comunidade vive da agricultura, da pastagem e do turismo.  A maioria da reserva é rodeada por um  precipícios e só é acessível por um contorno de 8 milha caminhado ou  a cavalo.   

HUALAPAI: (As pessoas do Alto Anseia) A área pertencente a esta tribo é de 1 milhão de hectares , incluindo os 108 milhas na beira do Grand Canyon A Reserva foi fundada em 1883 e esta situado entre a Las Vegas e a Aldeia de Grand Canyon ocidental próximo  a Tusayan ao leste. As origens de  Hualapai é a tribo de Cerbat que migrou para a região em 1300 D.C. Eles eram nômades, colhiam e caçavam entorno do Grand Canyon  durante centenas de anos.  Atualmente, há mais de 2.000 Hualapai membros que vivem principalmente em frente de um pedaço da historic Route 66 no norte Arizona.  As formas de subsistência são a criação de gado, silvicultura e turismo.  

 PAIUTE: O Paiutes são caçadores originalmente semi-nômades e colhedores.  Duas tribos desceram da cultura de Paiute, inicialmente o Kaibab Paiutes e a San Juan Paiutes Sulista. A base econômica é a criação de gado.  O Southern Paiutes vivem no norte e oeste da Montanha do Navajo. Eles não têm uma reserva própria, embora eles sejam reconhecidos pelo governo federal como não integrante do Navajo.  Ambas as tribos tecem cesta e criam artigo de vestuário.   

PUEBLOS:  Há 19 tribos localizadas ao longo de Novo México que parte uma ascendência comum com as culturas da Quatro região de Cantos. Quinze desta tribo encontra-se no vale de Rio Grande entre Albuquerque e Taos.  Há diversos idiomas diferentes naTribos de Pueblo.  A maior parte das tribos manteve uma afinidade com cultivo e a criar gado.  Cada tribo de pueblo é independente dos outros e tem um chefe escolhido.  As tribos de Pueblo do mais baixo Rio Grande incluem Isleta, Sandia, Santa Ana, Zia, Jemez, San Felipe, Santo Domingo, e Cochiti.  Pueblos do Rio Grande do norte incluem Tesuque, Pojoaque, Nambe, San Ildefonso, Santa Clara, San Juan, Picuris e Taos.  Outro Pueblos incluem o Zuni e o Acoma.

PARQUE NACIONAL DE YELLOWSTONE
  
      O Parque Nacional de Yellowstone é importante porque contém um dos maiores ecossistemas de clima temperado do mundo que ainda encontra-se preservado.  Há diversidade na fauna como o urso, lobo, bisões, alces e atrativos importantes, dentre os quais o gêsers mais conhecido do mundo denominado Old Faithful Geyser e fontes termais. Devido há esta peculiaridade e como medida de proteção o parque foi inaugurado em 1 de março de 1873 é considerado o primeiro parque do mundo.  
O Parque corresponde a uma área de 8980 km2 que esta distribuída em três estados Wyoming,  Montana, Idaho, sendo que a maior parte pertence ao primeiro.  Duas cidades situam próximas ao parque Billings, Montana. 

GEOGRAFIA

            As nascentes do rio Snake e do Yellowstone estão próxima uma das outras, porem o primeiro localiza-se no Oeste da divisória continental e segue para o Oceano Pacifico. Já o segundo esta no lado Oriental e flui em direção ao Atlântico (exatamente para o golfo do Mexico).
O parque encontra-se num planalto que esta a 2400 m acima do nível do mar e é rodeado em quase todos os lados por montanha rochosas de 3000 a 4300m de altura
As cadeias montanhosas são conhecidas como:
  • Gallatin Range (a noroeste)
  • Beartooth Mountains (a norte)
  • Absaroka Mountains (a leste)
  • Wind River Range (a sudeste)
  • Teton Mountains (a sul)
  • Madison Range (a oeste)
O ponto de maior elevação no planalto e conhecido por Mount Washbum (3,122m) no sudoeste do parque existe em planalto bordejado por montes pequenos chamado de Island Park caldeira. Alem deste planalto encontram planícies do rio Snack que esta coberta por basalto.
     As caldeiras vulcânicas do planalto de Yellowstone são únicas. Contem grandes dimensões que esta coberta parcialmente por fragmentos de rocha riginados de atividade vulcânica. As larguras são de 50 por 60 m. O lago de maior elevação da América do Norte esta dentro dessa caldeira.

HISTÓRIA

      Os pesquisadores registraram três grandes erupções vulcânicas nos últimos 2,2 milhões de anos. São as de maiores dimensões ocorridas na terra, ocasionando modificações no clima nos períodos vindouros à ocorrência.
       A presença dos nativos americanos data-se de 11000 anos. Estes viviam da pesca e caça. A matéria prima utilizada na fabricação de armas e utensílio de corte, e que é um dos registro da presença desta comunidade, é a obsidia  (“vidro natural, de cor negra, origem vulcânica e fratura concoidal” barsa). Pontas de setas feitas deste vidro foram encontradas no vale do rio Mississipy, o que prova a existência de um comercio feito com outras tribos do leste.
       O primeiro a ter contado com os nativos e a vivenciar o cotidiano deste foi John Colter. Este abandonou, em 1806, a expedição Lewis e Clark e passou a viver com caçadores de pele. Participou da batalha entre as tribos Crow e Blackfoot, saindo ferido. Durante a recuperação descreveu a existência de um local que chamou de fogo e enxofre. Os que ouviram o relato de Colter acharam que se tratava de um delírio. Este suposto local imaginário foi denominado de Colter´s Hell, ou seja, inferno de Colter.
      Em 1857 o explorador Jim Bridger, ao ter regressado de uma expedição ao parque, relator a presença de fontes em ebulição, regiões onde água jorra com vigor e montanhas cheia de substancia vítreas e rochas de cor amarelada. Apesar destes relatos não terem nenhum credito para a maioria das pessoas despertou a curiosidade de Ferdinand Vandeveer Hayden,  explorador e geólogo.
 Hayden em 1859, organizou uma expedição que duraria 2 anos na região montante do rio Missouri. Fazia parte deste grupo, o explorador do exercito americano W.F.Reynolds e  Jim Bridger. Porem esta expedição foi um fracasso, porque ao chegar na região próxima a Yellowstone foi obrigado a retirar-se devido a intensidade dos nevoes.
A guerra civil americana prejudicou futura tentativa para uma exploração profunda e estudos mais completos da região. Só em 1869 a expedição Folson conseguiu realizar pesquisas detalhadas de Yellowstone. Esta foi fundamental para que em 1870 a expedição Washbum-Langford-Doane de Mondana, liderada por Henry  Washbum, Nathaniel P. Langford e também o comandante de um destacamento do exercito dos EUA Gustavus Doane, fizesse durante um mês, nomeação os sítios de enterece e a reunião de espécimes. Foi neste momento que um advogado de Montana, Comelius Hedger, teve a idéia de transformar Yellowstone em um Parque Nacional.
         Ferdinand Vandeveer Hayden, depois de nove anos de sua tentativa frustrante, consegui a ajuda do governo para explorar a região. Ele realizou uma descrição  minuciosa de yellowstone, acrescentando fotos em grande formado de William Henry Jackson e pinturas de Thomas Moran.  Graças a este relatório o Congresso dos Estados Unidos da América mudou a idéia de levar a área ao leilão público.
       O presidente Ulysses S. Grant, em 1 de março de 1872, criou através da lei o Parque Nacional de Yellowstone. O primeiro superintendente foi Langford que ficou neste cargo durante cinco anos sem salário, fundos ou auxiliares. Durante este tempo carecia de meios para investir na manutenção do parque. Não havia opções para o melhoramento do terreno e meios para proteção. Este era constantemente vulnerável a roubos e vândalos. Por causa disso Langford abandonou o cargo.
         Philetus Norris ocupou provisoriamente o lugar de Langford. Diante destes problemas o congresso decidiu criar um salário para o intendente e liberar uma pequena quantia para suprir as necessidades do parque. Com estes fundos Langford aumentou os acessos ao parque, 30 estradas foram construídas e contratou-se um auxiliar chamado Harry Yount para controlar os saques e vandalismo, este foi considerado o primeiro guarda florestal. Porém estas iniciativas não foram o suficiente para a proteção do parque.
Os problemas do Parque Yellowstone só foram sanados quando em 1886 o exercito ganhou a tarefa de gestão deste. Assim o parque teve fundo suficiente e pessoas capacitadas para uma vigilância eficaz, tanto do fluxo de pessoas quando do patrimônio.
      Em 1916 criou o Serviço Nacional de Parques que é gerido pelo exercito devido a eficácia ao realizar o dever que lhe foram confiadas no Parque Nacional de Yellowstone. 
       O Parque Yellowstone foi nomeado, em 26 de Outubro de 1976, como reserva da biosfera e patrimônio Mundial pela UNESCO em 8 de setembro de 1976.

TURISMO E OS CONFLITOS COM A COMUNIDADE

         O Parque Yellowstone apresenta múltiplas características naturais como gêiseres, fontes hidrotermais, lago, desfiladeiro e floresta devido esta variedade há  diversas atividade que pode ser encontrada ligada ao montanhismo, campismo e o pedestrinismo desde a pratica de caiaque, pesca, ou simplesmente a observação da vida selvagem.
       A atividade turística traz alguns beneficio ao parque porem apresenta pontos negativos. Os guardas florestais estão tendo dificuldades de proteger os turistas dos animais perigosos, pois o enderece dos turistas em tirar foto de ursos, por exemplo, estão colocando em risco a vida deles, pois os ursos quando se sente ameaçados atacam e podem atingir uma velocidade maior do que os seres humanos. Outros problemas são os turistas que se aproximam de mais de algumas agua fervente que contem gás tóxico.
     Há mais de 10 anos o governo federal soltou 66 lobos na colina de Idaho e do parque nacional de Yellowstone com a finalidade de evitar a extinção destes animais depois de uma campanha de extermínio no início dos anos de 1990.
    O objetivo foi atingido e entre as redondezas do estado de Idaho, Montana e Wyoming calculam que existe uma alcateia de 1,2 mil.
      A presença dos lobos vem chamando a atenção de turistas curiosos que visitam o parque, porem esta espécie esta devorando a população de gado, cervos e alces. Ocasionado o protesto de fazendeiros e agricultores que apoiam a matança deste animal.    
     A discussão sobre este problema vem levando a divergência de idéias. Há ecologista que apoiam a liberação da temporada de caça por considerar os lobos perigosos e incontroláveis. Já outros afirmam que a liberação pode levar ao extermínio da espécie. 

CULTURA

Os costumes

      A maior parte do parque nacional de Yellowstone esta no estado de Wyoming.  Esta região é conhecida por ser a terra dos Caubóis, um símbolo que é admirado e seguido pelas crianças. Quase toda a população é branca, representa 92% de acordo com o censo. A grande quantidade de brancos faz com que algumas pessoas passem a vida sem ter contado com individuo de origem africanas. Exceto os conhece pelos meios de comunicação.
        A localidade é bem tradicional. As crianças são educadas para serem etnocêntricas, por isso, os moradores não são receptíveis a diferença sexuais, étnica, cultural e religiosa. Assim vários acidentes são registrados como espancamento de homossexuais e negros.
       A grande maioria da população em torno do parque é de rancheiro. Os homens mantêm a forte característica de serem, valente, macho e de não leva desaforo para casa.
       A intolerância pode trazer conflito entre turista e comunidade local, pois, homossexuais e negros não serão bem recebidos nesta localidade.

Cultura indígena

Vários encontros de índios são realizados na Maior área de Yellowstone ao longo da estação de verão. Caracterizam por sua variedade de danças, som de tambor e canções. Os encontros são eventos sociais e atrai membros de tribo de todo o país.
Os eventos coloridos têm como objetivo preservar a herança rica da cultura Nativa e permiti os membros tribais terem contado com modelos tradicionais. Também arrecada dólares extras com as competições.  
São apresentados danças competitivas de todas as idades e gêneros. Os meninos e homens competem dentro do tradicional, fantasia e dança, enquanto as meninas e mulheres mostram as habilidades, tinido e danças de mantô. Especialidade dança, como danças de aro, também pode ser segurado.  
Competições são realizadas entre grupos de tambor, estão incluídos os cantores ou as canções sem palavras. As canções podem ser atuais ou originados de canções tradicionais.  
Nas apresentações pode haver convites para que todos participem as danças intertribal incluem freqüentemente círculo ou danças sociais. A festa começa com uma entrada principal na qual uma canção é dedicada aos membros da tribo que serviram nas forças armadas norte-americanas. Quando a canção de bandeira é cantada. 

OS PARQUES COMO A ATIVIDADE SOCIOECONOMICA

    No processo da transformação de áreas em parques há necessidade de uma gama de serviços e empregados que tem como objetivo atender o turista em suas necessidade e oferecer proteção ao patrimônio.
   Vários empregos são criados para atender a demanda. Desde funcionários de hotel, recreadores, orientadores como há no Grand Canyon para a pratica de esportes aquáticos, guardas florestais que fiscalizam e vigiam a mata para não haver depredação do ambiente.
     No parque nacional de Yellowstone há possibilidade de estrangeiros, universitários e outro tipo de pessoas trabalharem no verão como uma forma de compartilhar a cultura, pois é possível encontrar diversidade cultural devido a variedade de turista.
IMPORTÂNCIA DOS ESPAÇOS 
Os espaços dentro do parque são importantes porque além de oferecer infra-estrutura para a permanência do turista, e uma chance para quem quer adquirir conhecimento, através do contado com diferentes culturas e ter acesso a opções de lazer que não é só para os forasteiros, mas também para os moradores. Alguns locais conseguem integrar a arquitetura com a natureza, um exemplo disso é o hotel El Towar no Grand Canyon,
Locais que antes dos exploradores tinham uma utilidade. Na atualidade vem sendo utilizadas para outras finalidades, como por exemplo, a gruta que os índios guardavam alimento no Grand Canyon, algumas delas estão sendo reformulada para a atividade comercio. A utilização destes espaços pode descaracterizar o patrimônio fazendo com que este perca a sua ligação com o passado, mas algumas pessoas apóiam a idéia da mudança pois, a cultura é dinâmica, na maioria das vezes, integrar elementos modernos em locais antigos pode ser uma forma de preserva-lo e atrair atenção de diversos grupos. 
É importante salientar que a área dos parques é de fundamental importância para a preservação do que ainda resta da cultura indígena, pois as reservas têm o objetivo de proteger da descaracterização ou desaparecimento da identidade cultural.    
REFERÊNCIAS


1 - Site Wikipedia

2 – Site UNESCO

3- Site sem destino

4- livro América Anglo – Saxônica de 1815 à atualidade Fohlen, Claude – Editora da Universidade de S.P.

5- Nova enciclopédia Barsa – Barsa – Barsa Planeta Internacional Ltda – S.P
Volume 5 – Unesco – Pág. 236
Volume 6 – EUA – Pág. 61 até 84.

6- Site do parque de Yellowstone

7- Site Wikipedia http://pt.wikipedia.org/wiki/Yellowstone
Para mais informação:


O trabalho completo encontra-se publicado em:http://anytamarques.wix.com/turismologia#!publicacoes/cee5