Translate

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

terça-feira, 1 de setembro de 2015

PLANEJAMENTO TURÍSTICO

 

Planejamento 

É a consequência de um procedimento racional de ideias, no qual o homem avalia a realidade ao seu redor e determina formas que lhe permitiram modifica-la, segundo as necessidades e desejos. 

Planejar 

É quando se detecta uma sucessão de variáveis com a finalidade de estabelecer um rumo de ação, tendo como suporte as analise cientificas, viabilizando, assim atingir os objetivos e metas prê-estabelecida. 

Planejamento turístico 

Consiste na leitura da realidade através da descrição minuciosa dos recursos presentes. Os dados registrados serão fundamentais para averiguar os aspectos positivos e negativos e assim é possível traçar um diagnostico eficaz para o desenvolvimento turístico. 

Após o diagnostico torna-se viável estabelecer estrategia, diretrizes, linha de ação e objetivos a ser atingidos na implantação da atividade turística.   


Classificação do Planejamento

De acordo com Barretto, o planejamento pode ser classificado em vários tipos, levando em conta a forma de abordagem que será empregada.

Assim obtemos o seguinte aspectos listados:

Aspecto temporal segui às classificação de curto, médio e longo prazo.

Aspecto geográfico obedece às critérios como mundial; continental; estadual; regional; multi-regional; micro regional; municipal e ainda pode-se classificar como rural e urbano.

Aspecto econômico corresponde à classificação de macro- economia e micro economia.

Aspecto administrativo refere-se ao conceito de público e privado e as subdivisão central e descentralizado

Aspecto intencional ou teleológico
. Indica as decorrente classificação de estratégico atribuído aos objetivos finais e tático referente aos meios empregadas para se chegar os objetivos .

Aspecto agregados corresponde as classificações como global; setorial e local que relacionam a esfera geográfica, e que estão opostamente equivalente às minuanas

Os três níveis de planejamento

Dentro do planejamento turístico esta enumerado os seguintes níveis:

Federal : Que se refere ao direcionamento de planos e políticas aos estados.

Estadual: Tange a preparação de planos e as diretrizes de planos e políticas aos municípios.

Municipal: Esse tem a função de colocar em pratica as diretrizes dos estados, além de suas próprias diretrizes seguindo os objetivos específicos. 


Assim temos os seguintes conteúdos listados a baixo:


Plano, Programa e Projeto

Plano turístico - Consiste no documento que sintetiza o conjunto de ações e sugestões a serem observados no decorrer do processo de planejamento. É feito de modo simplificado, por isso é pouco aprofundado.  

Veja o Plano Nacional de turismo no link do Ministério do Turismo:  http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/plano_nacional/downloads_plano_nacional/PNT_2007_2010.pdf

Programa turístico - Neste há um agregado de projetos que devem conter conteúdos similares ou complementares. É fundamental que esses sejam coerentes, interdependentes e que tenham periodicidade. O objetivo do programa precisa conter uma ou mais metas estabelecida no plano turístico a qual está relacionado. 


Projeto turístico - É um conjunto de métodos de ação, organizado de forma logica e que possibilita calcular os custos e vantagens de qualquer investimento. Pode também ser a reunião de informações e previsões uteis na construção de um determinado empreendimento. 



Etapas do Planejamento Turístico


Análise macro ambiental – explorar o entorno para obter informações. Todos os aspectos e indivíduos envolvidos devem minuciosamente descritos. Só assim é possível conhecer a realidade local. Geralmente no turismo as formulas utilizada são as pesquisas estatísticas produzidas através do contato com os turistas, receptores e a trade. Constantes visitas são fundamentais para o sucesso do planejamento. Dentro da analise macro ambiental está incluído o inventario de oferta turística.

Elaboração do diagnostico
– Após conhecer as informações parte-se para a análise dos fatores, verificando os pontos fortes e as fraquezas.

Definir objetivos
– estabelecer os resultados a qual se pretende concretizar.

Determinar prioridades – Neste teve selecionar os objetivos listados e definir qual é o mais importante. O que é escolhido como mais importante torna-se a base no diagnóstico e na analise.

Identificar dificuldades
– Com base aos dados recolhidos, devem-se raciocinar quais os obstáculos que deveram ser vencidos.

Criar meios, estratégias – após identificar o problema, será necessário estabelecer os planos de ações para se chegar ao objetivo.

Dimensionar os recursos necessários – nesta etapa é definida a quantificação e a qualificação dos recursos fundamentais para a implantação as estratégias.

Estabelecer responsabilidades – determinar a equipe e delegar funções.

Projetar o cronograma - listar as estratégias e os custos. Neste é também estabelecido o tempo para a execução das etapas. Uma agenda de compromisso torna-se necessário.

Estabelecer pontos de controle – O planejamento devera ser continuamente analisado. Esta verificação servira tanto para detectar os ganhos, quanto as possíveis falhas.


Execução das etapas do Planejamento turístico

Elaborar o diagnóstico: Nada mais é do que examinar a localidade e os seus arredores. Colher informações, preencher os dados do inventario, averiguar a demanda e a oferta turística presente.

Estabelecer o prognóstico: fundamenta-se na previsão de cenários futuros. Ou seja as perspectivas aguardada para o local no decorrer do tempo. Estes podem ser classificados como pessimista, realista e otimista.

Definir os objetivos e metas: Compreende em determinar os objetivos e as metas, a qual se pretende realizar.

Definir estratégias: embasa-se em determinar as maneiras para se alcançar os objetivos e as metas. Essas podem ser atingidas através de programas, projetos, atividades dentre outros.

Elaborar e implantar o plano: Compreende em convocar uma equipe multidisciplinar para a criação do plano e posteriormente concretizar sua implantação.

Acompanhamento dos resultados: Presa em averiguar se o que estava determinado no plano está sendo cumprido e se no caso há falhas deve-se corrigir os erros.