Translate

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

FIFTY SHADES OF GREY E O TURISMO


Não é de hoje que a literatura vem ajudando a promover o turismo. “O Código da Vinci”, por exemplo, incentivou milhares de fãs a conhecer as cidades da França e Inglaterra. No Brasil o romance “Grande Sertão: Veredas” inspiraram a semana Roseana e roteiros que conduz o turista as paisagens descritas em livro de Guimarães; na cidade natal de Carlos Drummond de Andrade foram anexadas placas com versos em lugares de destaque do poeta e em Recife esculturas de 12 escritores foram colocados em ruas do município. Enfim as possibilidades de trabalhar literatura e turismo são inúmeras.

As obras literárias, tanto as de tempo remoto quanto as atuais, sempre dominam o imaginário do leitor, o que faz com que o publico queira conhecer os locais que permeiam o livro. Cria-se assim um tipo de mercado consumidor muitas vezes ignorado pelas agencias de viagens. A do segmento de turismo Literário ou Eco-literário. (http://espacodeturismo.blogspot.com.br/2015/09/turismo-ecoliterario-ou-turismo.html)

O exemplo mais recente é a obra mundialmente famosa Fifty Shades of Grey. (Embora o livro não tenha agradado a critica e foi tachado por muitos como um trabalho machista e medíocre). No entanto conseguiu, de acordo com o Jornal Folha de São Paulo, grande projeção que fez com que fãs desperta-se o desejo de conhecer os lugares citados pela autora E.L.James.

Assim é possível criar um circuito turístico que tem inicio no município de Pullman, dentro da Washington State University, onde a protagonista da romance estuda Literatura Inglesa e convive com seu grupo de amigos, antes de conhecer Christian.

Depois a formatura, a inocente Ana transfere-se para um apartamento em Seatle, na redondeza do Pike Place Market. Esse é considerado o mais antigo e tradicional mercado público dos Estados Unidos, por isso é um dos principais atrativos da região. Nele é possível encontrar produtos frescos, artesanato e a ótima gastronomia.  

Na esquina da Fourth Avenue com Virginia Street encontra-se a residência do sedutor Christian Grey. Trata-se de um belo arranha-céu que foi utilizado na gravação de algumas cenas do filme. Depois do sucesso estrondoso do romance erótico, formou-se filas de interessados por uma moradia. Nele o dono poderá ter um apê com mais de 600 metros quadrado e elevador privado, além de desfrutar de serviço personalizado. Esse ambiente luxuoso foi palco das fantasias sexuais entre os dois personagens. Hoje é o local mais visitado pelos fãs.

Na Brunswick Soaring Association, Christian leva a Ana para um passeio de voo. Ele próprio conduziu o planador pelos ares, realizando piruetas de tirar o folego. Quem não tem medo de altura pode agendar um passeio. Um voo de meia hora custa 100 dólares.


Num dos momentos do livro Ana e Christian vão tomar café. As cadeias de café são bem tradicionais nos Estados Unidos, mas entre elas destaca-se a IHOP- Internacional House of Pancakes que é uma casa especializada em panquecas. O cardápio desta é recheado de guloseimas tradicionais no cotidianos dos americanos como ovos mexidos, bacon e waffles.

Outro ponto de parada é o hotel Heathman, na cidade de Portland. Neste ambiente o casal tem encontros bem picantes. Inclusive foi onde ocorreu o primeiro beijo. Curiosamente, após o sucesso do filme, o meio de hospedagem lançou pacotes com tema do livro, por exemplo temos o "50 Shades or Oregon" que incluiu seis noites com jantares românticos privativos, transporte em carros luxuosos e estadia em outros dois hotéis na região. Também começou a oferece passeios de helicóptero, programas especiais para casais e kits de sadomasoquismo. O bar do hotel batizou uma das bebidas de “50 Shades”. Essa é composta de gim, tangerina, suco de romã, limão e tomilho fresco. Tudo para se assemelhar ao clima de Fifty Shades of Grey.

Referencias 

http://www1.folha.uol.com.br/turismo/2015/02/1591763-fas-podem-conhecer-locais-do-filme-cinquenta-tons-de-cinza.shtml
http://vejasp.abril.com.br/blogs/viagem/2014/07/50-tons-de-cinza-tour-lugares-sexo-portland-seattle/