Translate

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de junho de 2011

ÓRGÃOS OFICIAIS E ENTIDADE REPRESENTATIVAS


Os órgãos oficiais do turismo e entidades foram criados pela necessidade de desenvolver o turismo frente ao crescimento do setor nos mais diversos níveis. Oferecendo suporte, informações ou fiscalizando os empreendimentos.

OMT Organização Mundial do Turismo (World Tourism Organization) 
É o órgão maximo do turismo. trata-se de uma agencia das Nações Unidas especializada na área de turismo. Trabalha por meio de fórum global para assuntos de políticas turísticas e como fonte de informações sobre turismo. O objetivo desta organização é "promover e desenvolver o turismo como meio importante de estimular a paz e a compreensão internacional"

EMBRATUR- Instituto brasileiro de turismo
Agência governamental de incentivo ao turismo. Responsável pela divulgação do turismo do Brasil, bem como financiar iniciativas, planos, programas e projetos que proporcionem o desenvolvimento da atividade turística; estudar de forma permanente o mercado turístico para adequado controle técnico; organizar, promover e fiscalizar as empresas dedicadas às atividades do turismo, como por exemplo, hotéis.

SNEA-Sindicato nascional das empresas.
Objetivando, principalmente, a criação de métodos e procedimentos relativos à aviação civil, também defende seus interesses. É este registro que confere às agencias de viagens o direito de possuir bilhetes de passagem das cia aéreas, possibilitando emissão para viagem em território nacional.

IATA- Associação Internacional do transporte Áereo (Internation Air Transport Association)

Visa promover com segurança, de forma regular e econômica o transporte aéreo internacional, estimulando-o e estudando seus possiveis problemas. Regulamenta os serviços de carga e de passageiros, buscando uma padronização em seus procedimentos. Determina procedimentos de vendas de passagens aéreas e transporte de cargas, quanto à disciplina das atividades das agências de turismo e cargas registradas na associação; regulamentando, também, os principios que norteiam o relacionamento das agências a as transportadoras aéreas. Registro máximo de uma agência de viagens, conferindo à mesma, o direito de emissão de bilhetes de passagens aéreas para trechos domesticos e internacionais. Concluindo, é a IATA quem vai determinar valores de tarifas entre países, ou seja, as tarifas publicadas (tarifas plenas); cabendo-lhe ainda a função de determinar franquia de bagagens entre os mais diversos paises.

INFRAERO-Empresa Brasileira de Infra-estrutura aeroportuária 
Responsável pela implantação, administração e operação, tanto industrial quanto comercial da infra estrutura aeroportuária. Se encontra vinculada ao Ministério de Aeronáutica. Cuida do "funcionamento" dos aeroportos, alugando todos os espaços, inclusive, para se colocar um simples banner em uma parede, a mesma deve ser consultada, para que possa vir a ser autorizado.

DAC-Departamento de aviação civil
Atua no Brasil da mesma maneira que a IATA a nivel internacional, sendo este, a nível nacional, objetivando uma politica aeroespacial nacional, no setor da aviação civil, pública, privada e nacional, com a finalidade de estudar, orientar, planejar, coordenar tais atividade.

ABAV Nacional-Associação Brasileira das Agências de Viagens
Responsável por defender os interesses das agências de viagens junto aos orgãos oficiais de turismo. Busca a padronização dos serviços prestados pelas mesmas, estabelecendo procedimentos e normas, cabendo-lhe ainda fiscalização e controle esses serviços.